Todas as fotos publicadas são de minha autoria, tiradas com telemóvel.

domingo, 29 de março de 2015

Sinto ausentar-me



Foto minha



Uma dor profunda
grita em silêncio
dentro do meu coração
atirado ao mundo
triste e sem rumo.


Perdida 
de mim mesma
daquela que conheci
e que dela pouco resta.

A ausência da esperança
consome as minhas forças
perco o controle
dos meus pensamentos.

Sinto-me devorada
pelo cansaço do desespero
da ansiedade
desgastando-me inutilmente.

Sinto ausentar-me.

quarta-feira, 25 de março de 2015

Escuto

Foto minha



No meu silêncio
escuto cada palavra 
que ele tem para me dizer 
em momentos
que para dizer algo
é necessário remeter-me
ao silêncio

Um silêncio
que responde a todas as perguntas
mesmo aquelas que não são feitas.




terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Distâncias


Foto minha




Sinto a distância
não geográfica, ou física
mas aquela que a angustia
de um futuro assustador
entrega as palavras
ao silêncio.



domingo, 15 de fevereiro de 2015

Caramba, outra vez eu!!!


Não vendo, não troco, simplesmente ofereço! 

Tem três dias, é persistente e tem muita força. 

Papel de embrulho, laço e despesas de envio, 
estão incluídas na oferta. 

Eu só quero mesmo, 
 ver-me livre desta maldita gripe :(

Foto da net 


Uma excelente semana para todos vós!

Para quem gosta (não é o meu caso) boa diversão Carnavalesca.



sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Falar do mar


Foto minha




Falar do mar

é como mergulhar em suas águas

onde se perdem tantos sonhos

são tantas as perguntas 

que coloco em suas ondas

que timidamente

se afastam sem me darem resposta.



sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Indecisos

Contemplei-os durante uns quinze minutos, 
fizeram varias tentativas para entrarem na 
água, mas acabaram por desistir, levantando
voo!



Foto minha


Bom fim de semana para todos vós.


terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Enfraquecido


Foto minha




Nas suas ondas
a magia das palavras
nos momentos em que nada
nem ninguém 
consegue consolar o meu coração 
enfraquecido pela dor
 que parece não ter fim.